Dores no pescoço

O nosso pescoço, constituído por 7 vértebras e aproximadamente 20 pares de músculos, mantém a nossa cabeça em cima dos ombro. Os músculos do pescoço não são tão grandes como outros músculos do nosso corpo, mas são capazes de alguns feitos verdadeiramente espectaculares. Tente rodar a sua cabeça, esticar o pescoço para a frente e para trás, para cima e para baixo e sinta o poder dos músculos do seu pescoço.

Existem muitas causas para se sentirem dores no pescoço. Podem ser causadas por anormalidades nos seus tecidos moles – músculos, ligamentos e nervos –, ou por deformidades nos ossos e articulações da coluna vertebral.

A causa mais comum para dores no pescoço são as deformidades nos tecidos devido a um acidente, ou má postura (ex: estar sentado em frente a um computador por longos períodos de tempo).
Em algumas pessoas, as dores no pescoço são devidas a tensões na região superior das costas, ombros ou braços. Pode também ser devido a problemas na pélvis e no coccix.

Outras causas comuns podem ser problemas nos discos intervertebrais, osteoartrites, problemas musculares ou mecânicos (ex: excessiva curvatura da coluna vertebral – cifose, lordose ou escoliose) e muito raramente pode ser devido a danos estruturais causados por tumores ou infecções. Acidentes de carro onde ocorre o ‘golpe de chicote’ pode ter como consequência dores intensas ou mesmo crónicas e a recuperação pode demorar meses. A dor súbita e intensa pode ser devida a uma articulação ‘presa’, ou a um nervo inflamado. Dor que persista mais de 3 meses torna-se uma dor crónica de pescoço.

Nota: Se ocorrer uma forte dor de pescoço, logo após um acidente (ex: acidente rodoviário, acidente na realização de actividades desportivas como mergulho, ou mesmo devido a uma queda) deve procurar de imediato ajuda médica. Se está preocupado com dores no seu pescoço, procure ajuda médica de imediato!

Efeitos

Dores intensas podem causar torcicolos, postura anormal da cervical – onde a cabeça vê-se ‘forçada’ a virar para um lado – e muitas vezes sensação de fraqueza nos ombros e braços e dormências nos braços e dedos das mãos.

A Terapia de Bowen e o tratamento de dores no pescoço

Dores no pescoço e na zona circundante são provavelmente os problemas mais tratados pelos terapeutas de Bowen. Os procedimentos básicos de Bowen, conhecidos como os BRM’s, tratam as dores no pescoço quase de imediato. A Terapia de Bowen tem tido um enorme sucesso com as dores no pescoço, independentemente de serem dores muito antigas ou recentes, intensas ou ligeiras. Geralmente, a maioria das dores no pescoço podem ser completamente tratadas em menos de 3 tratamentos. Alguns conselhos de posturas a adoptar para ajudar a reduzir a dor no pescoço

  • Deite-se de costas com uma pequena almofada, ou uma toalha pequena enrolada, e coloque-a debaixo do pescoço, dobre os joelhos e suporte-os com umas grandes almofadas;
  • Deite-se de lado com uma pequena almofada, ou uma toalha pequena enrolada, e coloque-a debaixo do pescoço;
  • Adicione almofadas à sua cadeira de forma a suportar a cabeça e as costas.