Ombro congelado

A Capsulite Adesiva ou ‘Ombro Congelado’ é uma doença muito frequente que afecta a articulação escápulo-umeral (ombro). Manifesta-se por dor, limitação (prolongada ou permanente) da amplitude articular, rigidez e pela dificuldade de obter resultados satisfatórios e constantes com os métodos de tratamento até então conhecidos.

A Capsulite Adesiva resulta de aderências das estruturas pericapsulares ao músculo deltóide provocando inflamação articular. Ocorre em indivíduos com idades entre os 40 a 60 anos. Mais comum no sexo feminino, e 5 vezes mais em pessoas diabéticas. O seu tratamento passa pela libertação destas aderências.

Diagnóstico

Consegue-se fazer um breve diagnóstico através de testes ortopédicos e neurológicos, e também de raio x.

Se tem dificuldade em levantar o seu braço acima do nível da cabeça, cruzar o braço à frente ou atrás do seu corpo, então pode ser que tenha restrição de amplitude de movimentos do ombro. Esta restrição pode ser um dos primeiros sintomas de Capsulite Adesiva, também chamada de perturbações agudas articulares.

Causas

O ‘ombro congelado’ pode ser causado por um acidente no ombro, mas os casos mais frequentes aparecem sem uma causa aparente. Existem teorias que apontam para uma desordem hormonal, uma vez que se manifesta com maior frequência no sexo feminino. Outra teoria diz que pode ser devido à má postura. O facto de os ombros estarem caídos para a frente em corcunda causa o encurtamento dos ligamentos do ombro.

Sintomas

  • Dor momentânea e aguda dentro e à volta do ombro;
  • Aumento dos níveis de dor à noite;
  • Interrupções no sono devido à ocorrência de dor;
  • Dor que pode ocorrer ao vestir o casaco, tentar chegar à sua carteira no bolso de trás das calças, levantar os braços ao longo do corpo, ao apertar o soutien
  • Restrição de movimentos ao tentar levantar os braços acima do nível da cabeça;

 

A Terapia de Bowen e o tratamento de Capsulite Adesiva ou ‘Ombro Congelado’

A Terapia de Bowen tem sido um verdadeiro sucesso no tratamento desta condição. A maioria dos pacientes obtêm alívio da dor logo após a primeira sessão e muitos casos foram permanentemente tratados apenas com 4 tratamentos.

Nota: Se o problema já existe há muito tempo, é provável que sejam necessárias mais algumas sessões.

Indivíduos que foram diagnosticados pelo seu médico, ou ortopedista, de Capsulite Adesiva, acharam mais eficaz a Terapia de Bowen no tratamento da dor e do problema em si, quando comparada com a Fisioterapia e a Quiroprática. Um tratamento de Bowen é muito delicado, não manipulativo e por isso muito indicado para esta condição.