Síndroma do Túnel Cárpico

O Túnel Cárpico situa-se na parte anterior do pulso. É um túnel rígido que vai do antebraço até à mão e por onde passam nove tendões envolvidos por uma bainha sinovial lubrificada que evita a fricção entre estes.

Ao movimentarmos os nossos dedos da mão fazemos com que estes tendões oscilem para trás e para a frente através do túnel. Passando por este túnel encontra-se também o Nervo Mediano. O síndroma do Túnel Cárpico é resultado da pressão dentro do Túnel Cárpico.

 

Causas

  • Doenças sistémicas, tais como diabetes;
  • Deformação do túnel devido à ocorrência de lesões, tais como fracturas, ou devido a artrites;
  • Na gravidez, devido à retenção de líquidos no corpo, os líquidos podem acumular-se no interior do Túnel Cárpico provocando a inflamação deste;
  • Trabalhos que exigem movimento repetitivo e rápido das mãos e dos dedos por períodos prolongados de tempo (ex: pessoas que trabalham diariamente com o computador que escrevem e manipulam intensivamente o rato, balconistas em caixas registadoras, músicos, dentistas…);
  • Trabalhos que impliquem a utilização de instrumentos vibratórios. (ex: operadores de serras eléctricas);

 

Quem pode afetar

Este síndroma é mais comum no sexo feminino, grávidas e em pessoas com mais de 30 anos.

 

Sintomas

  • Dormência e formigueiro (parestesia) na mão e nos dedos na área servida pelo nervo mediano. (Numa fase inicial estes sintomas fazem-se sentir durante a actividade manual e desaparecem durante o repouso; numa fase mais avançada, eles estão sempre presentes);
  • Perturbações no sono;
  • Dores na mão ou no pulso que ocorre quando da utilização da mão;
  • Sensação de pontadas de agulhas nos dedos;
  • Dor que irradia até ao antebraço;
  • Enfraquecimento e perda de reflexos das mãos;

Estes sintomas normalmente aumentam de intensidade durante a noite. Em casos mais avançados, poderá haver uma atrofia dos músculos das mãos e o nervo ficar permanentemente danificado. O diagnóstico faz-se através de dois testes:

  • Uma pancada firme no pulso, sobre o nervo mediano, provocando formigueiro nos dedos;
  • A flexão acentuada do pulso até cerca de 1 minuto, causando formigueiro nos dedos.

 

Tratamento convencional

Na maioria dos casos, o alívio dos sintomas consegue-se através de descanso, medicamentos e/ou o uso da banda elástica. É de notar que os sintomas podem voltar se as práticas de trabalho não forem alteradas.

Em alguns casos, poderá ser necessário recorrer a uma intervenção cirúrgica. A cirurgia consiste na divisão do Flexor Retinaculum através de uma pequena incisão na parte da frente do pulso, aliviando assim, a pressão sobre o nervo mediano.

Muitas vezes, é necessário repetir esta cirurgia, e mesmo após esta intervenção os sintomas persistem em alguns casos.

A Terapia de Bowen e o tratamento do Síndrome do Túnel Cárpico

A Terapia de Bowen tem um procedimento específico para este síndrome, denominado ‘procedimento do túnel Cárpico’. Este procedimento relaxa os músculos do antebraço permitindo uma melhor circulação sanguínea nesta zona.

A Terapia de Bowen tem salvo muitos pulsos da cirurgia. Para aqueles que sofrem deste síndrome, a Terapia de Bowen é um tratamento barato e extremamente eficaz que pode salvar o seu pulso de um bisturi.